Sistema Gestor de Conferencias CIAEM, XIV Conferencia Interamericana de Educación Matemática

Por defecto: 
O software GrafEq e os registros de representação semiótica: uma análise de trabalhos com ilusão de ótica
Fabrício Fernando Halberstadt, Márcia Rodrigues Notare, Leandra Anversa Fioreze

Construir: UVM
Sala: G103
Fecha: 2015-05-05 16:30 – 16:50
Última modificación: 2015-04-14

Resumen


Este artigo tem como propósito analisar, a partir dos registros de representação semiótica de Duval, as construções de imagens de ilusão de ótica no GrafEq com o uso de parâmetros. Foram analisadas as produções de alunos (estes em sua maioria, professores de matemática) em uma das atividades da disciplina de Mídias Digitais II, do Curso de Especialização em Matemática, Mídias e Didática: Tripé para Formação do Professor de Matemática, da UFRGS. Utilizamos esta teoria, devido à importância das representações semióticas na aprendizagem da matemática, em especial para os conceitos da geometria analítica. Nesse sentido, o GrafEq consiste em uma interessante alternativa pedagógica, pois apresenta um bom potencial semiótico ao permitir a manipulação simultânea dos seus registros algébrico e geométrico. A partir da análise das produções dos alunos e dos relatórios entregues, percebemos que esta atividade proporcionou aos alunos um momento de mobilização para a compreensão das relações matemáticas utilizadas.

Palabras clave


semiótica, GrafEq, aprendizagem, equações e inequações, ilusão de ótica.

Texto completo: PDF